Mensagens

1ª. Mensagem da CEC / Fevereiro de 2019 Problemas de família

Mens_CEC1_fev_19 (365 downloads) Mens_CEC1_fev_19 (282 downloads)

Uma boa parte dos pais tem um filho ou filha com quem tem mais afinidade. E na sua família? Com quem você tem mais afinidade? Por quê?

A Bíblia relata a história de Jacó e seus filhos e declara que esta família passou por algumas dificuldades, tais como qualquer outra família está sujeita a passar. Jacó privilegiava um de seus filhos – José – destacando-o como favorito, uma vez que este jovem era filho de Raquel, mulher que Jacó amava; José agia diferente dos seus irmãos e tinha intimidade com Deus (Gn 37.3-5, 11).
Como acontece com muitas famílias, o favoritismo de Jacó por José gerou problemas de relacionamento entre ele e seus irmãos ao ponto deles o odiarem, tentarem matá-lo, o jogarem em um buraco, e por fim o venderem para os ismaelitas (Gn 37.18-24; 26-28).

Essa historia traz muitas lições que podem ser aplicadas para nossas vidas e famílias.
1.     Deus não tem favoritos pois Ele se revela aos que buscam ter intimidade com Ele (Gn 37.5, 8).

2.     Ter afinidade é diferente de favoritismo na família. Favoritismo destrói a família de dentro para fora. Se olharmos a vida dos patriarcas, principalmente a de Jacó, vamos ver os resultados negativos por causa desse tipo de atitude.

3.     Devem-se tratar todos da mesma maneira. Há pessoas que parecem mais fáceis de lidar e amar do que outras. Jacó mostrou favoritismo por um de seus filhos, tendo um tratamento claramente diferenciado. Isso resultou em sofrimento emocional grave e profundo entre todos os membros da família:

a.     Esse tipo de atitude poderá ferir os corações e causar ciúmes;
b.     Abrir brechas para desentendimentos familiares e ressentimentos.
c.     Poderá tornar-se um meio pelo qual o diabo semeie a discórdia familiar.
d.     Quando se desconhece o mal que o favoritismo pode ocasionar ao âmbito familiar, torna-se mais difícil enxergar o porquê de muitos problemas de relacionamentos dentro das  famílias.

4.     É possível mudar a situação causada pelo mal relacionamento, mágoas e feridas na alma, caso haja disposição em perdoar e se busque solução em Deus (Gn 45.4,5).

A família de Jacó somente conseguiu vencer porque era uma família que servia Deus e Ele proporcionou meios para solução dos conflitos. Por isso há necessidade de manter Deus no centro da família.

Orientação da semana: Inicie o dia criando um ambiente espiritual em sua casa ouvindo louvores, realizando momentos de adoração e oração, antes de outras atividades diárias.

1 comentário

  • Petronilia Oliveira de Lima disse:

    Na bênção ou no vale temos que buscá à presença de Deus, sempre ele deve está em nossa vida operando em nossos corações.. Deus é o motivo de todas nossas vida em familia
    Não devemos deixá lho como impocritas

Deixe seu comentário