Mensagens

1ª. Mensagem da CEC / novembro de 2019 Abaixe as mãos, Salmos 46.10

Mens_CEC1_nov_19 (634 downloads) Mens_CEC1_nov_19 (463 downloads)
Tensões e ansiedade são elementos inerentes à vida de todo ser humano. Quem não os enfrentou? Sem dúvida, todos nós; alguns diariamente e outros, com mais frequência e intensidade. Qual é o plano de Deus para nós sobre isso? Deus nos chamou para vencer o medo, assumindo que Ele sempre estará conosco. Por esse motivo, superar tensões e ansiedade é uma realidade.

  1. Os dias de cada um de nós são marcados pelas pressões que geram tensão.
  2. Uma característica de todo ser humano é desorientar-se quando as condições em que ele vive inesperadamente mudam: família, emprego e economia.

Nosso texto de hoje tem um significado especial para nossas vidas. Dá-nos a ideia de “abaixar as mãos” e deixar Deus intervir na situação, sem que ninguém interfira. Esse simbolismo é interessante, pois geralmente usamos nossas mãos para desviar as coisas, nos proteger, contra-atacar ou nos defender. Quando as abaixamos, nos sentimos impotentes e vulneráveis, a menos que possamos confiar que “Deus é nosso abrigo e força, nossa ajuda nas tribulações” (v. 1), e que “o Senhor dos exércitos está conosco; nosso refúgio é o Deus de Jacó”. Em outras palavras, Deus nos diz: Pare de lutar e espere que eu trabalhe.
Em todas as circunstâncias da vida, podemos experimentar a paz de confiar na presença e poder de Deus em meio às dificuldades, quando esperamos em oração e com paciência que Ele aja em nosso favor. Então, abaixamos as mãos, porque Deus está trabalhando em nosso favor. Quando colocamos nossos problemas nas mãos de Deus, Ele coloca sua paz em nosso coração.

  1. Na guerra dos Moabitas e Amonitas contra Judá, Josafá orou e exaltou ao Senhor. Ele foi ao encontro dos inimigos cantando junto com o povo (2 Crônicas 20.17).
  2. Senaqueribe ameaçou conquistar Judá, Ezequias orou, exaltando ao Senhor. À noite o anjo do Senhor matou cento e oitenta mil homens no acampamento assírio (2 Reis 19.15,35).
  3. Nossa segurança não vem das circunstâncias, mas da fé em Deus, porque sabemos que o Senhor está sempre conosco (Salmo 46.7,11).

Não pensemos que somos menos que o salmista que escreveu essas coisas. Deus é nosso refúgio agora como foi no tempo do salmista. Todos temos os mesmos terrores. Somente Deus é o nosso tudo! Quando nos refugiamos em outras coisas, erramos, porque são mentiras. Não podemos ser levados a acreditar que algo mais pode ser um refúgio para nossas vidas, porque somente Deus possui todo o poder. Deus é suficiente em tudo, Ele é a nossa defesa e poder. O poder de Deus e seus cuidados estão além de todas as situações que temos. Você pode confiar no que quiser, mas Deus é nosso verdadeiro refúgio e força. Ele é nossa ajuda atual, a ajuda de que precisamos imediatamente. Ele é uma ajuda para quando não há ninguém. Quando há muito a resolver, Ele é a ajuda totalmente poderosa e eficaz em nossos problemas e dificuldades.
Estrutura Administrativa da Célula

  1. Recepção/Bem vindo ………… (3 minutos)
  2. Oração inicial ………… (4 minutos)
  3. Testemunhos de vitória ………… (6 minutos)
  4. Louvor e adoração ………… (8 minutos)
  5. Ministração da palavra ………… (20 minutos)
  6. Ministrando um ao outro ………… (5 minutos)
  7. Evangelismo e Estratégia ………… (7 minutos)
  8. Oração final ………… (4 minutos

A maneira como iniciamos a célula fará uma grande diferença no resultado. Por isso, esteja motivado e alegre a iniciar o encontro.

1 comentário

  • Francisco helder ferreira disse:

    A Paz do SENHOR irmãos essa não seria. A quinta mensagem do mês de novembro pois esse mês tem 5 quinta feiras. ..gostaria de sugerir para os irmãos que se possível for enviar mensagem de célula direcionada para os não crentes os visitantes e novos convertidos. ..

Deixe seu comentário