Mensagens

1ª. Mensagem da CEC / outubro de 2020 A escolha é sua, Mateus 25.1-13

Mens_CEC1_out_20_Pdf (423 downloads) Mens_CEC1_out_20_WhatsApp (290 downloads)
A Bíblia Sagrada ensina sobre a necessidade de estarmos preparados para a morte ou para a volta de Jesus para arrebatar sua igreja. Na parábola das dez virgens, as cinco insensatas não se preparam, não tomaram as medidas necessárias para o retorno do noivo, gerando um momento dramático quando a porta foi fechada de modo irreversível (v. 10). O grito desesperado das cinco virgens insensatas, ao dar-se conta da realidade de sua situação, não conseguiu mudar a decisão do noivo. Nem mesmo o clamor (v. 11). A resposta do noivo é apresentada com uma verdade solene:  Não te conheci e não te conheço agora (v. 12).

O texto bíblico que trata da parábola das dez virgens nos trás alertas que devemos dar o devido valor:

1.     Precisamos estar conscientes de que a porta de nosso destino, em algum momento, se fechará para sempre, e não haverá uma segunda oportunidade.

2.     Deus concede a todos o tempo para se prepararem para a vinda do Senhor, antes de sua chegada. Isso se constata no proceder das virgens prudentes, que fizeram o que era necessário para estarem preparadas a qualquer hora da noite.

3.     O desespero das insensatas pedindo azeite, devido suas lâmpadas estarem se extinguindo, é um aviso muito forte para os cristãos que ainda não perderam a sua vida espiritual, mas suas lâmpadas estão ficando cada dia mais fracas, pois deixaram de orar, de ler a Bíblia, de testemunhar, de perdoar, pedir perdão, obedecer sua liderança, de ter comunhão com a igreja. Assim como as insensatas, podem sofrer as mesmas penalidades.

4.     A salvação é um presente de Deus dado a uma pessoa pela fé em Cristo. Este presente é inviolável, não alienável, intransferível, imprescritível, não delegável. A salvação não pode ser dada em empréstimo como as cinco virgens loucas alegaram (25.8).

Fazendo uma análise do seu estilo de vida como cristão, com quem você se identifica nessa parábola?
O que chamou sua atenção nesse texto que precisa ser colocado em prática?

3 comentários

  • Flávia Dias disse:

    pq as mensagens são sempre iguais, a diferença é, que as palavras estão diferentes!!!! parece que a gente ta pregando a mesma coisa sempre. Paz!!

    • Ieadam disse:

      Nossas mensagens tem como referencia os assuntos da Escola Bíblica. O objetivo é que meditemos durante uma semana em um mesmo assunto para fortalecer quem ler, ouve e aplica. A mensagem deve ser compartilhada por todos e não pregada.

  • Flávia Dias disse:

    pq vcs não voltam a colocar as mensagens no domingo, como era antes? assim temos mas tempo para começar a estudar. paZ

Deixe seu comentário