Mensagens

1ª. Mensagem da CEC/agosto de 2022 Atitudes nas adversidades, Êxodo 14.8-16, 21-23,26-31

Mens_CEC1_ago_22_Pdf (396 downloads) Mens_CEC1_ago_22_WhatsApp/Telegram (253 downloads)
Qual foi sua atitude em momento difícil?

O livro de Êxodo narra que o povo de Israel foi escravo no Egito; quando já não suportavam mais a escravidão, eles clamaram a Deus, que levantou um líder que foi o instrumento dEle no processo de saída do povo do Egito. Mas logo que o povo saiu, o rei dos egípcios mandou seu exército bem treinado e equipado com armas, ao seu encalço (Êx 14.6,7,9). Eles alcançaram o povo e quando já estavam prestes a atacá-los, Deus entrou em cena de forma inexplicável, milagrosa; eliminou os egípcios por completo e os salvou. Com esse livramento aprendemos coisas importantes para nós até hoje:
1.     O nosso Deus é todo poderoso, que entra em ação de maneira bem concreta, em favor do seu povo, interferindo diretamente na história, nas ações, nas empreitadas dos homens;
2.     Deus nos protegeu porque ele nos escolheu, porque ele nos quer bem de modo especial e nos quer como seu povo.
3.     Que muitos são a cópia fiel dos israelitas. “Quando os israelitas ergueram os olhos e viram que os egípcios vinham atrás deles, ficaram apavorados, gritaram ao Senhor, e disseram a Moisés: Foi por não haver túmulos no Egito que você nos tirou de lá, para que morramos aqui no deserto? O que foi que você fez conosco, levando-nos a sair do Egito? Não te dissemos ainda no Egito: “Deixa-nos em paz! Queremos servir aos egípcios!? Pois para nós seria melhor servir aos egípcios do que morrer no deserto.”
a.    Um perigo á vista, uma ameaça, e pronto! O medo nos assalta, perdemos o controle e a confiança, que talvez tivéssemos em Deus, se transforma em dúvida, em negação, em rebelião contra Deus e sua liderança.
b.    Quando submetidos as dificuldades da vida colocamos em dúvida o Seu poder, a Sua capacidade de intervir e ajudar. Agimos como os israelitas, que duvidaram de que Deus fosse mais forte que os egípcios, donos das mais modernas técnicas de guerra.
c.     Deus Age. Moisés trás o recado de Deus: Fiquem parados, não façam nada, não se mexam, Deus vai dar um jeito. Deus exige que os israelitas não mexam um dedo, não depositem o mínimo de confiança em si mesmos, mas coloquem todo o problema para Ele. Esse ato de parar, de ficar quieto não significa desistência, falência; significa sim, confiança naquele que é o todo poderoso e que nos quer bem, naquele que atua dentro da nossa vida cotidiana. Então, os israelitas viram o auxílio de Deus, viram a fuga maravilhosa, que ele lhes proporcionou.

Para nós que não tínhamos uma saída para nossa situação espiritual, Deus, num determinado dia entrou na história dos homens e mudou o rumo dos acontecimentos. Foi o dia de Jesus Cristo. Foi seu nascimento, sua morte, sua ressurreição em favor de nós. Lá a grande mão de Deus interferiu e tem salvado os que creem – não dos egípcios, mas de coisa muito pior, da morte eterna, da decadência absoluta, do pecado.

Deixe seu comentário