Mensagens

1a. Mensagem CEC/março de 2017, Como você está na videira? João 15.1-9;16

Mens_CEC1_mar_17.pdf (487 downloads) Mens_CEC1_mar_17-1.png (300 downloads)

No texto, Jesus se identifica como a videira verdadeira, o Pai é o lavrador, e cada crente é um ramo dessa videira. Jesus se utiliza da imagem dessa planta para ensinar como a igreja deve se desenvolver e crescer em número e qualidade.

Quais são as funções de cada personagem?

1. Fomos criados por Deus para a natural missão de frutificar.

a. Para isso, Ele provê os recursos necessários para frutificação. A parábola dos talentos ilustra esta verdade (Mateus 25.14-30): talento gera talento, assim como ovelha gera ovelha, discípulo gera discípulo e discipulador gera discipulador.
b. É através da frutificação que o Pai é glorificado (vs.8).

2. O Pai cuida de nós para frutificarmos:

a. Ele remove todos os ramos que não cumprem com a função natural de frutificar, que perderam a razão de estarem ligados a videira verdadeira (vs.2a).
b. Como viticultor Ele realiza em nós a poda, e remove qualquer coisa que esteja impedindo de sermos frutíferos (Vs. 2b).

3. Permanecer em Jesus e na Sua Palavra é a exigência de Deus para uma grande frutificação (vs. 5,7).

a. Somos totalmente dependentes dEle, pois dEle recebemos todas as condições para frutificar.
b. Sua Palavra deve fazer parte de nossa vida e dirigir nossas atitudes.

4. Resultados da dependência de Deus e de Sua Palavra:

a. Obtemos respostas as nossas orações: “Pedireis o que quiserdes…” (vs. 7).
b. Somos cheios de alegria indizível e de glória (vs.11).
b. Evidenciamos que somos discípulos de Cristo (vs. 8).

5. O fruto gerado através de nós deve permanecer.

a. O propósito de Deus não se resume em nos usar para salvar o pecador, mas transformá-lo e torná-lo muito frutífero (Jo 16.16.b; Mt 28.19).

Como você está na videira?

3 comentários

Deixe seu comentário