Mensagens

2ª. Mensagem da CEC / setembro de 2019 Quebre o círculo vicioso, 2 Timóteo 3.1-5,13

Mens_CEC2_set_19 (451 downloads) Mens_CEC2_set_19 (261 downloads)
As decisões que tomamos definem que tipo de pessoa nos tornaremos. Seguir o caminho da maldade em suas decisões certamente lhe tornará um homem mau.

I.    Vivemos tempos difíceis (2 Timóteo 3.1-5)
1.   O sistema mundano influencia a sociedade de maneira preocupante, corrompendo gradativamente os bons costumes e invertendo valores.
a.   No sistema mundano, os fins são alcançados, não importando os meios, mesmo que causem a desgraça a outros.
b.   Qualquer coisa que esteja atrapalhando o caminho é ligeiramente descartada, não importando o quê ou quem seja.
2.   A maldade nos homens cresce à medida que eles decidem abandonar os valores expressos na Palavra de Deus. Amor ao próximo, respeito, obediência aos pais, compaixão, honestidade etc. são paulatinamente destruídos pelo pecado (Tiago 4.17).

II.   A maldade é contagiosa. Afaste-se! (2 Timóteo 3.5)
1.   Essa maldade nociva se espalha como uma praga que pode infectar todos os que abrem suas portas.
2.   Afastar-se dessa praga é uma ordem da Palavra (Provérbios 13.20; 1 Coríntios 15.33).
3.   Não podemos aceitar que essa linha de desonra e desumanidade nos influencie e dite nossas ações, mesmo que isso signifique nos afastar da amizade de alguém.

III.    Quebre o círculo vicioso (2 Timóteo 3.13)
1.   A vida é como uma plantação: colhemos o que plantamos. Tudo o que pessoas más, orgulhosas, insensíveis e egoístas praticam, recebem de volta para suas próprias vidas através de outras pessoas igualmente más.
2.   Andar longe desses caminhos não é uma questão apenas de conveniência, mas de sobrevivência, garantindo-nos uma vida digna, honrada e em paz (Gálatas 6.7).

Deixe seu comentário