Mensagens

3ª. Mensagem da CEC / Junho de 2018 Eu, o pecado e outras pessoas (Josué 7.1-26)

Mens_CEC3_jun_18 (523 downloads) Mens_CEC3_jun_18 (109543 downloads)

O texto de hoje trata de algo que desconhecemos ou conhecemos e não damos o devido valor. São as consequências do pecado, ainda nesta vida. O pecado afeta não apenas a nós, mas, também outras pessoas. Acã era um soldado do povo judeu, que não conseguiu resistir ao que viu. Sua atitude foi irresponsável.

  1. Para Acã, as riquezas lhe faziam brilhar os olhos, mais do que obedecer a Deus através de sua liderança (v. 21).
  2. Seu pecado levou Israel à derrota diante dos Amorreus em Ai (v. 4).
  3. Seu pecado não afetou somente a ele, mas a sua família e a toda a nação (v. 4, 11).
    1. Por causa do pecado de Acã, 36 israelitas perderam a vida, famílias enterraram seus filhos, pais ou maridos, o povo foi envergonhado e ficou desanimado para continuar a conquista da terra após perder uma batalha para um inimigo mais fraco que o anterior.
    2. Ele e sua família padeceram.
    3. Pecado sempre será pecado e causará dano, não importa se o consideramos grande ou pequeno.
  1. O pecado de Acã foi revelado (v. 16-18).
    1. Todo pecado cometido traz consequências (v. 25).
    2. Consequências eternas, caso não haja arrependimentos
    3. Consequências familiares e de relacionamentos.

O pecado não confessado nos tira a possibilidade da eternidade com Cristo e leva ao sofrimento eterno. Nos tira a possibilidade de sermos eficientes na Sua obra, em nossa célula. Influencia negativamente a igreja e seus projetos. Por isso, o pecado deve ser tratado como um assunto de máxima gravidade,  pois ele nos afasta de Deus e causa dificuldades não apenas a nós, mas à nossa família, célula, igreja e etc.
 
AGENDA IEADAM

  • 17 de junho – Somos Jovens na prova
  • 29 e 30 junho – Conferencia Somos Jovens
    • Pulseiras já disponíveis na Livraria Logos na CEADAM e na Zona Leste  Fone/WhatsApp: (92) 99239-4955

 

4 comentários

Deixe seu comentário