Mensagens

4ª MENSAGEM CEC / julho 2017 Não devendo coisa alguma, Romanos13. 7-14

Mens_CEC4_jul_17.pdf (430 downloads) Mens_CEC4_jul_17.png (218 downloads)

Você considera que uma dívida de R$ 2,00 pode levar alguém para o inferno?

Como cristãos, temos a responsabilidade de zelar pelo nome que levamos. Se não estamos tão preocupados com o nosso nome, precisamos lembrar que carregamos um nome precioso e maravilhoso, que é o nome de Cristo e da igreja. Não podemos deixar que o nosso “nome” de cristão, seja manchado por uma vida desordenada.

Quando se fala em dívida, a primeira coisa que vem em mente é dinheiro. A instrução aqui é de não dever nada. Se não podemos dever nada, então precisamos aprender a lidar com toda e qualquer situação que possa nos levar a isto.

  1. Não fique devendo dinheiro a ninguém. Existe um ditado do mundo que diz: devo não nego, pago quando puder, outros, quando quiser, e outros, quando lembrar. Sabemos das dificuldades financeiras atuais, só que existem pessoas que tornaram isso uma prática, são infiéis e devedoras no pouco e no muito (Mt 12.33).

a. Algumas pessoas usam desculpas para não pagarem suas dividas, não pensam o mal que estão causando ao próximo. Uma coisa é certa vão prestar conta a Deus (Hb 4.13).

b. Não quer dizer que não devemos tomar emprestado, ou comprar para depois, mas que faltar com a obrigação ou contrato de devolução é contrário à vontade de Deus.

c. O crente não deve deixar de pagar os seus compromissos conforme combinados. É como se Paulo tivesse dito:honre os seus compromissos não os deixe virar dívidas (Romanos 13.7,8).

– Se você contratou uma pessoa para receber semanal, pague toda semana. Se for mensal, pague todo mês.

– Pediu um empréstimo de R$10,00para pagar em 10 prestações de R$1,00 no dia 20 de cada mês, pague exatamente conforme combinado.

– Comprou algo, mesmo barato, não esqueça de cumprir o seu compromisso.

– E se não conseguir, vá até o credor, explique a situação e combine uma forma de pagar.

d. A Bíblia define o devedor como atitude de um ímpio (Salmo 37.21).

2. Não deva coisa alguma.

  • Você ofendeu alguém. Isso está pesando na sua consciência, vá e peça perdão.
  • Alguém lhe pede ajuda ou mesmo sem pedir você sabe que ele está precisando. Aí você coloca no seu coração vou ajudar. E ainda estabelece a maneira: “No fim do mês, quando receber meu salário, vou dar R$50 para ele. Senão cumprir, vira dívida.

3. Exceto o amor?

  • O amor é uma dívida que nunca é liquidada por completo. Por mais que você pague amor, nunca saldará a dívida. A pureza e a intensidade do amor que Deus espera de você, sempre estará muito além do amor que você consegue oferecer.
  • O pagamento de divida está relacionado ao amor ao próximo. “Não devais nada a ninguém, a não ser o amor mútuo, pois quem ama o outro cumpriu a Lei; O amor não pratica o mal contra o próximo …” (Romanos 13,8,10a).

Não esqueça de cumprir seus compromissos antes que eles virem dívidas.

2 comentários

Deixe seu comentário