Mensagens

1ª. Mensagem da CEC / setembro de 2018 Fake News, Provérbios 6.16-19

Mens_CEC1_set_18 (338 downloads) Mens_CEC1_set_18 (244 downloads)

Fake news ou “notícias falsas”, ou “mentiras”são as informações e notícias que não representam a realidade. No entanto, são compartilhadas como se fossem verídicas, principalmente através das redes sociais. Essas notícias falsas têm levado pessoas inocentes a serem assassinadas, como foi o caso de uma mulher em São Paulo que foi espancada até a morte quando foi confundida e falsamente acusada de sequestrar e matar crianças para fazer magia negra. Os boatos associavam seu nome e imagem ao crime e só após sua morte a verdade apareceu. Essas notícias fazem com que famílias se separem, negócios sejam desfeitos, líderes deixei de liderar e pessoas fiquem feridas. A lista é muito grande e os resultados piores ainda.

E você já ouviu falar ou foi vitima de falsas noticias? Você já compartilhou ou noticiou uma notícia falsa a alguém?

  1. Onde surgiu o fake news?
  2. O fake news não é coisa de agora, o pai da mentira, ou seja, o diabo, iniciou sua propagação na conversa com Eva (Gênesis 3.3,4), que resultou na desgraça da humanidade.
    1. Ele continua a propagar notícias falsas usando o que e quem estiver a sua disposição.
    2. Ele propaga que o homem pode viver como quiser sem se preocupar com a eternidade.
    3. Diz que o trabalho na obra do Senhor é apenas da liderança, que basta apenas contribuir com dízimos e ofertas.
    4. Utiliza as mídias sociais com o objetivo de denegrir a imagem das pessoas, negócios etc.
    5. A palavra “diabo” é de origem grega, e significa “caluniador” (Mateus 4.1).

Qual mentira ele compartilha com os cristãos e não cristãos? O que acontece com quem acredita nessas mentiras?

  1. O que Deus diz sobre o Fake News (mentira)?
  2. A Bíblia condena não apenas criar essas fake news, mas também espalhá-las (Levítico 19.16a).
    • Quando passamos adiante uma informação mentirosa, sem checar sua veracidade, nos tornamos coniventes com a mentira, pois agimos em leviandade, como um “espalhador” e assim somos responsáveis pelos prejuízos que está divulgação trará.
    • Ele diz que daremos conta de toda palavra ociosa que dissermos. Seremos justificados ou condenados por nossas palavras (Mateus 12.36-37)
  3. É uma das seis coisas que Deus odeia e a sétima sua alma abomina (Provérbios 6.16-19).
  4. O servo de Deus tem um compromisso de ser zeloso para com a verdade (Provérbios 13.5)

Não podemos esquecer de que a Palavra de Deus aconselha a falar “o que for bom para a edificação” (Efésios 4.29). Seguindo esse conselhopropagaremos somente aquilo que edifica, encoraja e fortalece as pessoas, multiplicando palavras sadias, verdadeiras e bondosas.

Por Pastor José Campelo

Deixe seu comentário