Mensagens

1ª. Mensagem da CEC / setembro de 2019 Discipulando as futuras gerações

Mens_CEC1_set_19 (493 downloads) Mens_CEC1_set_19 (296 downloads)
Jesus dedicou a maior parte de seu ministério discipulando e orientou seus discípulos a dar continuidade a esta tarefa da mesma maneira como Ele fez (Mt 28.19,20). O discipulado bíblico é fundamental para a plantação de células, manutenção da doutrina e bons costumes, acompanhamento, fortalecimento da fé, formação de líderes, dentre outros benefícios essenciais para a igreja.

1.  A missão é fazer mais do que preservar a verdade, é passá-la adiante através do discipulado. Com o aumento da deslealdade da Igreja na Ásia, assim como a iminente morte do apóstolo, tornava-se impe­rativo que Timóteo guardasse a verdade com lealdade, e tomasse providências para legar a verdade intacta à geração seguinte.
·      Os ensinos apostólicos recebidos por Timóteo tinham de ser transmitidos por ele a homens fiéis (que não os mudariam) e idôneos (capazes de ensiná-los a outros).

2.    A capacitação é indispensável para o discipulado das gerações futuras. A habilidade ou competência que Timóteo procurou em tais homens será traduzida, em parte, pela integridade ou lealdade de caráter, já referidas, e em parte pela capacidade de ensinar. Eles devem ser aptos para ensinar”, palavra usada por Paulo em relação aos candidatos ao ministério em 1 Tm 3.2 e 2ª. Timóteo 2.24.

3.  O requisito fundamental: a fidelidade e a lealdade (1 Co 4.1,2). A fidelidade pode ser explicada se amparada, por exemplo, num contrato. Estabelecido um compromisso, uma obrigação legal que deve-se cumprir. Diferente disso, a lealdade independe de valores, credos, costumes ou promessas. Para a pessoa leal não importam os valores da sociedade, o que pensam – a lealdade é um dever. A pessoa é sincera, honesta, transparente e em qualquer situação, estando seu amigo, líder etc. “certo ou errado”, estará com ele, pois se trata de uma relação de confiança inconteste.

O que você fará para atender a esses requisitos e cumprir a missão?

Deixe seu comentário