Mensagens

2ª. Mensagem da CEC / agosto de 2020 O melhor prêmio, 1 Coríntios 9.24-27

Mens_Cec2_ago_20 (241 downloads) Mens_Cec2_ago_20_WhatsApp (166 downloads)

O texto bíblico referenciado no título compara a jornada da vida cristã com uma maratona, onde um atleta compete, com um alvo em mente, a vitória, que lhe dará o direito a uma coroa. Esse alvo é que faz o atleta se preparar a ponto de sacrificar-se, abrindo mão de diversos prazeres e direitos, se disciplinando ao máximo, se alimentando adequadamente, dormindo em horários rigorosos etc.  (1 Coríntios 9.24,25).

Nas disputas desse mundo, os atletas fazem de tudo para vencer. Alguns chegam a treinar durante oito horas por dia para poder competir e receber um prêmio que, em geral, naturalmente se deteriora ao passar do tempo. Muito mais nós devemos fazer pelo prêmio que durará toda a eternidade (1 Coríntios 9.25).

O nosso treino exige certa disciplina, pela qual fazemos com que a mente domine o corpo (e não o contrário), não dando ouvidos aos nossos sentimentos e sensações, evitando que a mente seja serva de um corpo cheio de péssimos hábitos, escravos das nossas vontades e potenciais vítimas de Satanás (1 Coríntios 9.27).

A caminhada cristã, sendo igual a uma maratona, é concluída passo a passo, metro a metro, quilômetro a quilômetro. No longo caminho, aparecerão obstáculos, os momentos difíceis, que exigirão concentração. Assim como Paulo não queremos ser desqualificados no correr, mas vencermos. Tudo precisa ser vivido e carregado pelo amor, que é capaz de desistir de vantagens pessoais, que possam impedir os outros de entender e aceitar o evangelho de Cristo (1 Coríntios 9.27).

Corremos com objetivo. Nosso foco deve ser a linha de chegada, o momento do encontro e recepcionamento por Cristo, da grande e inesgotável alegria que sentiremos ao atravessar os portões celestiais, da plena paz e gozo que viveremos eternamente. O vislumbre da linha de chegada deve revigorar o nosso ânimo e, como maratonistas, nos fazer ganhar mais oxigênio em nossos pulmões espirituais, a fim de prosseguirmos perseverantes no caminho do Senhor (1 Coríntios 9.26).

Assim, apesar das aflições e tentações, continuemos perseverando em Cristo Jesus, pois, como discorrido, não corremos em vão, como os que correm nos estádios buscando algo efêmero; e tudo nos mostra que Cristo já volta.

Para refletir e compartilhar com a célula:
I)               Você tem se sentido cansado em meio aos desafios do dia a dia?
II)             Você crê na promessa de Jesus de que voltará para levar com Ele todos aqueles que creem em Seu nome?
III)            O que tem feito você prosseguir na caminhada cristã?

Deixe seu comentário