Mensagens

2ª. Mensagem da CEC / maio de 2020 O inimigo dos relacionamentos, Tiago 4.1-2  

Mens_CEC2_mai_20_Pdf (149 downloads) Mens_CEC2_mai_20_WhatsApp (168 downloads)
O que você fez hoje por sua família que poderia ter feito melhor?
O que você fez que não deveria ter feito?

Possivelmente você já ouviu esta frase: “Cada um por si e Deus por todos!” Ela traduz o conceito que muitos têm da vida, se preocupar apenas consigo mesmo. Esta atitude, tão presente no coração humano, que se manifesta nos relacionamentos é chamada “egoísmo”.
1.     O dicionário define “egoísmo” como sendo “o amor exclusivo de sua pessoa e de seus interesses”. De fato, o egoísta não se preocupa com os outros, mas trata só dos seus próprios interesses.
2.     O egoísmo destrói relacionamentos, e essa é causa número um de conflitos, discussões, tristezas, miséria, divórcios, sendo o principal motivo das guerras e uma das marcas dos “tempos difíceis” (Tiago 4.1-2; 2 Timóteo 3.1-2).
3.     Pensar de modo egoísta é uma das receitas de tempos difíceis no lar. É triste quando os cônjuges, pais ou filhos subordinam as necessidades da família às preferências pessoais: o que eu quero, o que eu gosto, meus direitos, meus interesses, e minha felicidade.
4.     A maioria dos relacionamentos se inicia com esforço para ser abnegado, como em um namoro: “Por favor, você primeiro…”. Sabe como é? Os que perdem a batalha para o egoísmo tem relacionamentos frios e infelizes com os cônjuges, pais, filhos, amigos, vizinhos, igreja e seus líderes.

Jesus é o maior exemplo de abnegação, ao visar o nosso bem-estar, por nos amar deu Sua vida na cruz do Calvário por nós.
1.     Seu sacrifício na cruz, evidencia que amar só tem relação com dar, e em nada fala de receber.
2.     Negar a si mesmo é uma das primeiras lições a ser aprendida pelo seguidor de Cristo (Mateus 16.24). Criar filhos para o céu leva tempo e o egoísmo rouba esse tempo precioso de muitos: ocupado demais, cansado demais para falar e responder perguntas, para ler a Bíblia, para orar com eles, para levá-los aos cultos. Talvez, pior que isso, seja o sofrimento dos filhos diante de pais que dividem o lar por meio de seu egoísmo, ao invés de negarem a si.
3.     Se a família se ama, a única conduta coerente a ser adotada é a de fazer o melhor de si, um pelo outro, sem jamais esperar absolutamente nada em troca (1 Cor 13.4,5).

O que podemos fazer para não sermos egoístas e mais abnegados?
Que pedidos poderíamos fazer a Deus hoje?

FUNCIONAMENTO DO ENCONTRO DA CÉLULA
1.     Inicie a célula com alegria e motivação.
2.     Dê os bem-vindos a todos com alegria e ore com autoridade e vigor (9 minutos).
3.     Faça as perguntas iniciais.
4.     Dê a oportunidade para as pessoas que tem um testemunho de vitória. As pessoas devem ser orientadas com carinho, que dispõem de 3 minutos para cada pessoa testemunhar (6 Minutos).
5.     Chegou o momento de louvarmos o Senhor com dois louvores. Passe a oportunidade para a pessoa que você responsabilizou pelo louvor. Ela deve iniciar de imediato (8 Minutos).
6.     A preparação da mensagem é importantíssima. Por isso, compartilhe com os membros a mensagem enviada a você, logo que receber, para que haja compartilhamento. Não pregue, compartilhe, faça perguntas (20min).
7.     Ore pelos familiares da sua lista do EU+3.
8.     Se orientado pelo pastor, faça o recolhimento dos dízimos e ofertas e leve-os para a tesouraria da igreja. Preste o relatório à célula no próximo encontro.
9.     Faça as perguntas finais e ore com e por todos, encerrando a reunião.
10.   Faça parte da SANTA CONVOCAÇÃO, orando conforme a orientação do dia.

2 comentários

Deixe seu comentário