Mensagens

2ª. Mensagem da CEC / novembro de 2018 A morte, Gênesis 3.19

Mens_CEC2_nov_18 (271 downloads) Mens_CEC2_nov_18 (200 downloads)

Segundo estatísticas, ocorrem no brasil diariamente mais de 171 mortes por homicídios, 114 por acidentes de trânsitos, 30 por suicídios e mais um numero bem maior devido a enfermidades, velhice, fome etc. Morrem jovens e velhos, ateus e crentes, homens e mulheres, brancos e negros – sejam ricos ou pobres. Nenhum de nós tem certeza se irá se casar, ter filhos, fazer uma faculdade ou uma viajem, mas uma coisa é certa: morreremos. A morte pode chegar hoje ou amanhã. Dela ninguém escapa. Todos a experimentarão, mais cedo ou mais tarde.

São tantos os meios da morte cruzar nosso caminho que muitas vezes não damos o seu devido valor. Vivemos como se fossemos eternos aqui na terra. Quando nos deparamos com a realidade de que somos finitos enquanto matéria, o desespero acaba por mostrar o despreparo para esse importante momento.

Gênesis 2-3 ensina que a morte penetrou no mundo por causa do pecado. Nossos primeiros pais foram criados capazes de viverem para sempre. Ao desobedecerem o mandamento de Deus, tornaram-se sujeitos à penalidade do pecado, que é a morte.

  1. Adão e Eva morreram no sentido moral (Gn 2.17). Eles não morreram fisicamente naquele dia, mas sua natureza tomou-se pecaminosa e foi transferida para todos (Romanos 8.5-8).
  2. Também morreram espiritualmente quando desobedeceram a Deus (Rm 3.23). Todos nascemos assim, pois nascemos ligados a Adão e à sua herança. Por isto precisamos nascer de novo em Cristo Jesus (João 3.3).
  3. Adão e Eva e toda a humanidade ficaram sujeitos à morte física (Gênesis 3.19).
    • Todos morrem, mas nem todos têm o mesmo fim (João 5.28,29).
      1. Eternidade com Deus para os que creram e tomaram a decisão de aceitar Jesus como Salvador e Senhor.
      2. Sofrimento eterno, para os que rejeitaram a oportunidade de salvação dada por Deus (Lucas 16.19-31; João 3.16-19).
  4. Para o homem que fez a sua decisão de aceitar a Jesus como Salvador e tem vivido a sua vida tendo-O como Senhor da sua vida, vivendo de acordo com Sua Palavra, cumprindo a missão dada a todos os cristãos: a) É um meio de transição para uma vida mais plena, b) É ser liberto das aflições deste mundo (2 Coríntios 4.17).

Se a morte chegar em breve a você, que certeza você tem que irá desfrutar da eternidade com Deus?

A morte chegará a cada um de nós que estamos aqui na reunião ou lendo esta mensagem, porém o desfecho final de para onde iremos depende de cada um de nós.

Deixe seu comentário