Mensagens

5ª. Mensagem da CEC / Janeiro de 2019 A insensatez do ser humano, Gênesis 19.26

Mens_CEC5_jan_19 (412 downloads) Mens_CEC5_jan_19 (273 downloads)
Imagine que a sua casa está pegando fogo e você só tem tempo de salvar a própria vida, saindo do imóvel. O que você faria? Sairia logo de casa ou colocaria sua vida em risco, pegando o que fosse possível?

O ser humano tem uma tendência a valorizar certas coisas, que chega a colocar em risco sua própria vida.
Nosso texto trata de uma situação semelhante à pergunta feita: a salvação de uma família que morava em uma cidade que seria destruída. Com ele aprendemos que:

  1. A relação de Abraão com Deus resultou na salvação de seu sobrinho Ló (Gênesis 19.29).
  2. Como os genros de Ló, algumas pessoas não conseguem entender a necessidade imediata de salvação proposta por Deus. Ló foi levar a mensagem aos seus genros, de que a cidade seria destruída juntamente com os seus habitantes, mas eles pensaram que estava brincando (Gênesis 19.14b).
  • Possivelmente, você já deve ter ouvido uma resposta semelhante, quando falou da necessidade de salvação e da proximidade da volta de Jesus para buscar sua igreja. Sua mensagem foi valorizada?
  • O ser humano tem a tendência a resistir a obedecer e confiar nos planos perfeitos de Deus. Sua resistência a abandonar aquilo que de certa forma é prazeroso o faz perder o verdadeiro foco na vontade perfeita de Deus para sua vida.
  1. O que aconteceu coma mulher de Ló demonstra a dificuldade que o ser humano tem de abrir mãos das coisas desta vida, mesmo que resulte em morte.
  • Quando percebeu que tudo aquilo que lhe era cômodo, que a satisfazia, ainda que imperfeito, estava sendo destruído, não confiou no grande Deus que tinha preparado o melhor para ela e sua família. Preferia permanecer naquela sociedade corrompida pelo pecado a enfrentar o desconhecido. Penalidade: transformou-se em uma estátua de sal (Gn 19.26).
  • Seu coração estava naquilo que Deus havia condenado ao fogo. Uma pergunta devemos fazer para nós: no que está o nosso coração? Assim, podemos descobrir aquilo que damos mais valor, “pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração” (Mateus 6.21).

Jesus nos aconselha a tomar uma decisão o mais rápido possível. Por quê? Porque não há tempo! A vida está passando numa velocidade incrível. Quando analisamos, o tempo passou e continuamos na mesma situação. Mas isso pode mudar hoje, se você quiser. Lembre-se de que sua eternidade com Deus depende de você.
                                              

2 comentários

Deixe seu comentário