Mensagens

4ª. Mensagem da CEC / abril de 2021 Livre ou escravo? João 8.30-36

Mens_CEC4_abr_21 (185 downloads) Mens_CEC4_abr_01 (184 downloads)

A liberdade é uma das coisas mais buscadas pela humanidade. No passado, muitos deram suas vidas para serem libertados da tirania e da opressão. Mesmo tendo esse tipo de liberdade, o coração humano ainda anseia por liberdade, porque Deus o criou a fim de ser livre física e espiritualmente.
I.   O que aprisiona o homem?
§  O pecado. Ele não somente separa; ele escraviza. Além de nos afastar de Deus, ele também nos mantém cativos.
·       Mais do que uma atitude ou hábito visível, o pecado revela uma profunda e arraigada corrupção em nosso interior. Na verdade, os pecados que cometemos são manifestações exteriores e visíveis de uma enfermidade interior e invisível, são os sintomas de uma doença moral (Marcos 7.21-23)

II. Para ser livre o homem deve admitir sua situação espiritual
Em João 8.31-36, o Senhor disse aos judeus que creram nEle apenas no intelecto, que eles eram escravos do pecado, porém não aceitaram que estavam com problemas espirituais. Justificaram-se em sua descendência abraâmica.
Jesus ensinou que não é suficiente consentir mentalmente com o que ele dizia. Se eles quisessem estabelecer um relacionamento real com Ele, teriam que aprender e começar a viver de acordo com seu ensinamento, tornando-se verdadeiramente seus discípulos.
O homem deve decidir ser livre e buscar o libertador, Jesus (v. 36).
A verdadeira liberdade é ser livre da escravidão do pecado, que só é possível através de Jesus Cristo.

O meio de identificar o que escraviza é discernir o que predomina nos pensamentos e ações. Tudo o que influencia ou controla a maneira como a pessoa vive, a não ser o Senhor Jesus Cristo, torna-se mestre e impede o homem de tornar-se tudo para o qual foi criado e salvo.
O primeiro passo rumo à liberdade é reconhecer onde está preso, seja uma vida de pecado ou outro tipo de escravidão, e buscar a liberdade naquele que pode tornar verdadeiramente livre (João 8.36).

PROCEDIMENTOS PARA AS REUNIÕES DE CÉLULAS
1. Incentive os membros da sua célula a continuar realizando a célula com a familia.
2. Mantenha contato com os membros da sua célula durante a semana através do telefone ou redes sociais vi-sando o encontro da Célula de Evangelismo e Crescimento – CEC.
3. Programe com os líderes em treinamento o desenvolvimento e participação na célula. Ore com eles.
4. Na hora da mensagem não pregue, compartilhe com todos, faça perguntas, envolva todos. Quando as pessoas participam, elas retornam para a próxima reunião.
5. Inicie a reunião no horário.
6. Recepção/Bem-vindo ………… (3 minutos)
7. Oração inicial ………… (4 minutos)
8. Testemunhos de vitória ………… (6 minutos)
9. Louvor e adoração ………… (8 minutos)
10. Ministração da palavra ………… (21 minutos)
11. Que lições podemos extrair da mensagem? ………. (7 minutos)
12. Evangelismo e Estratégia ………… (7 minutos)
13. Oração final ………… (4 minutos)
Orientações de combate a covid19: 1. Higienize suas mãos com álcool em gel ou água e sabão; 2. Leve consigo um pequeno frasco de álcool em gel para uso pessoal; 3. É obrigatório o uso de máscara. 4. Enquanto estiver usando máscara, não toque na parte da frente, utilize as alças para ajustá-las; 5. Mantenha o distancia-mento entre as pessoas; 6. Evite apertos de mão, abraços, beijos e manusear objetos de outras pessoas sem a devida higienização; 7. Higienize suas mãos ao manusear dinheiro em cédulas e moedas, cartões de crédi-to, teclado.

Deixe seu comentário