Mensagens

5ª. Mensagem da CEC / Abril de 2021 Para ou continua? Gálatas 5.24,25  

Mens_CEC5_abr_21_Pdf (212 downloads) Mens_CEC5_abr_21_WhatsApp (150 downloads)
Devido ao pecado, o homem está condenado a eternidade longe de Deus e ao sofrimento eterno no lago de fogo (Apocalipse 21.8). Isso somente é alterado, quando o homem reconhece sua situação espiritual de condenado, se arrepende dos seus pecados e aceita a Cristo como seu Salvador pessoal. Essa decisão e a obra feita por Jesus Cristo na cruz do Calvário é o suficiente para salvá-lo da condenação do pecado e gozar da comunhão com Deus. O Espírito Santo age na vida desse novo homem e o capacita para servir a Deus, que a partir de então, é limitado somente por sua própria vontade. A próxima etapa na vida desse homem é a santificação que é a solução para o problema da escravidão do homem, pela sua própria natureza pecaminosa. A obra do Espírito Santo opera nele a libertação do pecado.

Você consegue imaginar alguém extremamente pobre que de repente ganhou uma fortuna, porém retrocedeu, escolheu deixar sua riqueza e foi mendigar na rua?
Desta mesma forma, muitos crentes interrompem o agir de Deus em suas vidas, dando espaço à sua natureza pecaminosa e voltam a praticar suas antigas obras, tornando-se novamente escravo do pecado, parando sua caminhada para a eternidade com Deus.

Os irmãos da igreja de gálatas, deixaram a busca pela continuidade da obra do Espírito Santo em suas vidas, retrocederam e passaram a cometer imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez e glutonarias (Gálatas 5.19-21).

Como os irmãos gálatas, ainda hoje vemos muitos irmãos que foram livres do pecado, mas decidiram voltar para a escravidão, inclusive, normalizado práticas que a Palavra de Deus condena.

Baseado em nossa meditação e no que você tem observado nas pessoas, essas atitudes acontecem em nosso meio? Podem estar acontecendo conosco e acharmos que é normal?

A Bíblia Sagrada afirma: os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus. Também afirma: os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos, passando a viver e andarpelo Espírito (Gálatas 5.24,25).

Deixe seu comentário