Cartas, Notícias sobre missões

Missões em Timor Leste

O PROJETO DEUS SALVE TIMOR LESTE COMPLETA 13 ANOS

      Após 13 anos do Projeto Deus Salve Timor Leste, da Assembléia de Deus no Amazonas – IEADAM e Christian Vision – CVUK, em julho de 2013 deu-se início ao processo de transição da Igreja fundada por missionários brasileiros para os líderes nacionais (timorenses). A transição aconteceu na cidade de Dili, capital de Timor Leste, região localizada na Ásia. A cerimônia contou com a presença de uma caravana de pastores de Manaus/AM, entre eles: o diretor da Visão Missionária da Assembleia de Deus no Amazonas – VIMADAM, Pr. Aldenor do Vale, Pr. Thiago Vale, Supervisor da Zona Oeste, Raimundo Chagas, Primeiro Tesoureiro da IEADAM, Raimundo Siqueira e o primeiro vice-presidente da IEADAM, Pr. Moisés Melo que coordenou a equipe. A roteiro foi do dia 21 de junho a 3 de julho, aproximadamente 48 horas de viagem.

      Fundado em 2000 o Projeto Deus Salve Timor Leste enviou um grupo de 38 missionários liderados pelo irmão Alexandre. Em seguida assumiu a liderança o Pr. Francisco Rocha, por último o Pr. Davi Sampaio o qual liderou até dia 30 julho deste ano. A partir do dia 1 de julho de 2013 passa a liderar a missão o Pr. Junior Alcântara e à igreja o Pr. Elienae Moura.  “A obra implantada neste lugar, foi algo que Deus colocou no coração do pastor Samuel Câmara e do Bob Edmiston da Inglaterra a qual começou com muito sacrifício por missionários do Amazonas e Pará. Parabéns ao Pr. Jonatas Câmara e a igreja em Manaus por investir em missões”.  Disse o Pr. Moisés Melo.

      O sucesso do projeto se atribui ao esforço da igreja bem como da parceria com a Christian Vision – CVUK, para o Diretor de Projetos Pioneiros da Região do Pacífico na Ásia Paul Rattray,  o momento é de comemoração. “O que Deus tem feito neste país é um milagre. A visão que nós tínhamos de impactar Timor Leste para Cristo está acontecendo, creio que chegará a toda região do Oceano Pacífico e da Ásia de modo a se cumprir a promessa que os filhos substituirão seus pais e eles serão príncipes, não apenas em sua nação, mas por todo o mundo”. Reconheceu

      A história da igreja em Timor Leste foi escrita com muita oração, lágrimas e dores, consequência da perseguição religiosa sofrida pelos missionários em toda a região. Missionários foram agredidos fisicamente e expulsos de províncias sob ameaça de morte, diversos templos foram apedrejados e fechados, algumas vezes no exato momento de sua inauguração em que todos cultuavam a Deus. “Acompanho de perto desde 2003 o trabalho dos nossos missionários, o que mais me impressiona é a garra desses homens e mulheres valentes, sua determinação, coragem e perseverança nos momentos mais adversos que passaram em seus campos, e tudo por amor a Jesus Cristo. Mesmo diante das lutas eles não retrocederam, mas permaneceram firmes até o fim, a meu ver o principal motivo da vitória deles naquele lugar. Considerando, acima de tudo que Deus foi com eles em tudo”. Relembrou o Pr. Aldenor do Vale.

      No decorrer desses 13 anos a igreja enviou um total de 70 missionários para este projeto. Como resultado desse investimento hoje a igreja contabiliza 40 templos, escolas, diversas construções voltadas para atividades na área social e em média dois mil membros e congregados. Atualmente a missão no Timor Leste conta com três pastores brasileiros: Junior Alcântara, Elienae Moura, Pedro Nilton e suas respectivas famílias além de 14 pastores timorenses. O processo de transição vai se estende até 2016, a partir dessa data permanecerá somente um pastor brasileiro por tempo indeterminado no país.

Deixe seu comentário